B&C Secreto 2011 #04

De: Elô
Para: Thata

Por que não trouxeram o Jun???

– Corre L, eles devem chegar logo. Vamos para o aeroporto. – Thata corria, calçando os sapatos e apurando a amiga. Sho e Nino estavam vindo para o Brasil, mais especificamente para Foz do Iguaçu, gravar um comercial nas Cataratas e Thaiza, como fã louca que era, não poderia deixar de recepcionar seus ídolos no aeroporto.

– Calma Thata, nós chegaremos a tempo. A Elô acabou de me mandar um sms dizendo que o vôo deles está atrasado em mais de 2 horas. – Lhaisa tentou acalmar a amiga.

Assim que terminaram de se arrumar, a mãe de Thata levou-as para o aeroporto, onde umas 20 pessoas estavam aguardando a chegada dos ídolos, não muito famosos na cidade.

Depois de mais de 4 horas de espera no maravilhoso ar condicionado do aeroporto, que aliviava o calor infernal da “cidade forno”, elas puderam ver o avião pousando.

Todas as 20 pessoas que aguardavam, estenderam as enormes faixas, escritas em japonês e até mesmo em português, saudando os ídolos que estavam chegando.

– Tá tudo ok! – Eloise gritou apontando as faixas. (NOTA: sim, é a Eloise que manda em tudo, e a Thata manda na Elô. o/)

*—————————-*

Enquanto isso, no avião…

– Aiin Sho-chan, será que temos fãs esperando por nós no aeroporto? – Nino perguntou, ansioso e muito cansado depois da longa viagem.

– Acho que não. Pelo que me disseram é uma cidade pequena, então eles nem devem saber da nossa existência.

– Hum, estamos pousando. – Nino falou.

Os dois desceram rapidamente do avião e encaminharam-se para dentro do aeroporto, esperando a paz e o sossego, quando ouviram vozes gritando por seus nomes.

– Sho-chan, tá ouvindo? – Nino falou, espantado apontando para dentro do aeroporto.

– Estou sim. Parecem fãs… gritando nossos nomes. HÃ?

Seguiram em frente e puderam ver algumas pessoas – nada assustador demais – segurando faixas e gritando por seus nomes.

            Foram até os detectores de metais, onde Nino passou primeiro. Quando Sho foi passar, ouviu um alarme irritante. Os guardas pediram que ele voltasse e Sho começou a retirar toda e qualquer coisa (sapatos, cinto, relógio, etc.) que tivesse alguma parte de metal, mas cada vez que passava pelo detector, novamente o alarme soava.

*—————————-*

– Thata, o que que tá acontecendo? – Lhaisa perguntou quando notou a demora dos ídolos.

– Parece que o Sho não consegue passar pelo detector de metais.

Nesse momento Sho esticou-se e sua camiseta subiu um pouco, deixando com que Thata vislumbrasse um brilho metálico em sua barriga.

– Meninas, fiquem quietas um pouquinho. – Thata falou.

– Silêncio rapidinho. – Eloise, que segurava uma enorme faixa escrita em japonês “Por que não trouxeram o Jun?”, gritou para as outras e o silêncio reinou.

*—————————-*

De uma hora para outra, depois de um grito de uma das meninas, todas se calaram. Sho e Nino não puderam deixar de perceber o silêncio que havia tomado conta do lugar.

– O que aconteceu, Kazu? – Sho perguntou, já estressado com a história do detector de metais.

– Não sei… mas não deve ser coisa boa. Melhor você arrumar um jeito de sair logo daí. (NOTA: não, eles não conheciam a fama de Foz, mas ficaram com medo igual!)

Sho olhou para o saguão do aeroporto e uma das faixas lhe chamou atenção. Nela estava escrito em japonês “Por que não trouxeram o Jun?” e ao lado da garota que segurava essa faixa, encontrava-se uma mulher.

– Sho, o piercing! – A mulher morena que estava ao lado da garota da faixa gritou em português, mas mesmo assim, chamou a atenção de Sho, que ergueu a camisa e vislumbrou o piercing que havia recolocado no dia anterior.

– Sho-chan, eu não acredito que você colocou o piercing novamente! – Nino olhou indignado para o amigo – Tira logo essa merda e vamos embora.

Sho rapidamente tirou o piercing e seguiu para fora do aeroporto, passando pelas fãs. Ao passar pela mulher morena que havia lembrado-o do piercing, ele parou e deu-lhe alguma atenção.

– Autografa meu iPhone? – Thata estendeu seu celular para que Sho autografasse.

NOTAS FINAIS: Eloise continua indignada por não terem trazido o Jun junto, mas fica feliz ao ver o tanquinho de Sho quando ele tira o piercing. Thaiza ganha autógrafos de Sho e Nino no iPhone e morre de felicidade. Lhaisa ampara a amiga.

FIC THATA – Série Esquetes Estúpidas IV #09

O APERTO DA VITÓRIA
“Nino, por que você vive apertando a bunda do Riida? Você não acha isso esquisito?” perguntou Aiba do nada, perturbando seu amigo durante um jogo intenso de Dragon Quest.“Você deveria saber que eu ganho cem pontos toda vez que meto a mão na bunda dele.” Ele disse, vagamente, olhando pra tela.“Parece divertido! Que jogo é esse?”Nino suspirou.

“É um jogo que você ganha um prêmio especial depois de acumular um milhão de pontos.”

“E qual é o prêmio especial?”

“Você tem que fazer mil pontos no Jun pra saber.”

“AH! Vou fazer agora!” exclamou Aiba, procurando pelo Jun.

“É, ele teve uma vida ótima, uma pena que vai morrer hoje.” Nino disse para si próprio, voltando à atenção pro DS novamente.

FIC THATA – Série Esquetes Estúpidas IV #08

PENSANDO

“Aiba, pára de coçar a cabeça, isso me deixa nervoso.”

“Sho-chan?”

“O quê?” respondeu um Sakurai bem irritado.

“Acho que eu tô com piolho.” Aiba falou.

“Por que você acha que tá com piolho?” perguntou Sho, se afastando.

“Minha cabeça coça.”

“Não se preocupe, Aiba.” Disse Nino do sofá de onde estava sentado. “É só porque você teve uma idéia; é muita coisa pro seu cérebro, então a cabeça coça mesmo. Isso quer dizer que você tem que parar de pensar.”

“Você pensa?”

“Eu sim. Mas você não deveria.”

FIC THATA – Série Esquetes Estúpidas IV #07

MATAR, MATO, MOTO

“E é assim que eu pretendo matar o editor da revista.” Disse Nino terminando sua explicação.

“E você vai rir?” Seriamente perguntou Aiba.

“Se eu vou rir? Quando eu for matá-lo? Acho que não.”

“Sem dente, sem acidente. É assim que funciona.” Aiba explicou.

“Isso não faz sentido nenhum.”

“Por que não? Se em ‘sem chuva, sem guarda-chuva’ faz, por que não esse?”

“Se você está dizendo; então eu vou dar uma risada enquanto esmago a cabeça dele na parede.”

“Eu não esperava menos de você, Nino.”

FIC THATA – Série Esquetes Estúpidas IV #06

SINTOMAS

“Tenho náusea desde a manhã, meu estômago tá parecendo um balão de gás e eu quero comer picles com sorvete de morango; será que eu tô grávido?” exclamou Aiba super feliz com a idéia.

“Não, pra você, só quer dizer que você comeu sushi estragado – de novo – e comeu demais de manhã. E o picles com sorvete de morango, não foi o seu lanche de ontem?”

“Você se enganou, Jun; era sorvete de baunilha, que não teve muito gosto.”

“Eu devia saber.”

FIC THATA – Série Esquetes Estúpidas IV #05

HABILIDADES IMPRESSIONATES DO MÁGICO DOIDO

“Aiba, quer que eu te mostre um dos meus truques de mágica?” Perguntou Nino.

“Oh! Sim! Quero! Quero! Qual vai ser? Você vai usar cartas? Faz o truque! Faz o truque!!!”

“Certo, veja esse lenço. Eu vou virar ele; viu, não tem nada nele nem na frente nem no fundo.”

“Eu vi; não tem nada! E então!”

“Tá. Agora eu preciso que você me dê 1000 ienes. É pro truque.”

Depois de procurar nos bolsos, Aiba lhe entregou o dinheiro.

“Beleza. Agora olha, vou colocar o lenço por cima do dinheiro. Pode cutucar. Certo. E agora… SUMIU!” Ele finalmente exclamou, levantando o lenço.

“SUMIU MESMO! Cadê os 1000 ienes?!!!!!” Alegremente gritou Aiba.

“Eles… desapareceram!” Misteriosamente respondeu Nino. “E agora, preciso muito comprar um cafezinho, então tchau.”